top of page

CARTA EUROPEIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL DO ALTO MINHO

A Carta Europeia de Turismo Sustentável - CETS é um galardão outorgado pela Federação Europeia de Parques Nacionais e Naturais – Federação EUROPARC aos espaços protegidos e/ou classificados que se comprometem a desenvolver um turismo de qualidade, promotor da atividade económica, respeitoso e compatível com a conservação do meio ambiente e o bem-estar da população local. 

Até à data, este galardão foi atribuído a 164 territórios dispersos por 20 países europeus, sendo a rede europeia de turismo sustentável mais antiga (desde 2001), mais vasta (164 destinos) e mais diversa (20 países).

Mais do que um galardão, a CETS é uma metodologia de planeamento participado desde o diagnóstico do território do ponto de vista turístico, ambiental e social, até à definição de uma estratégia para o desenvolvimento, de uma forma sustentável, do seu turismo. Isto implica um compromisso com os princípios da Carta por parte das instituições, empresas e população do território, bem como o desenvolvimento de um conjunto de ações, ao longo dos 5 anos de validade da Carta, que permitam atingir os objetivos previamente estabelecidos.

MAIS INFORMAÇÃO:

http://www.cets.altominho.pt/

unnamed.png
IMG_4483.JPG
Retribuindo
mountain Bike
encharterlogo_transp_1530291450.png
CETS II 

A Carta Europeia de Turismo Sustentável do Alto Minho pressupõe que os parceiros institucionais do território e os agentes económicos e sociais ligados ao setor do turismo trabalham em conjunto para o desenvolvimento dos princípios de sustentabilidade da CETS.

As empresas agora reconhecidas enquanto "Empresa Parceira da CETS" cumpriram um conjunto de requisitos básicos de acesso e elaboraram um Programa de Atividades a três anos (2020-2022) no qual assumem um conjunto de compromissos para melhorar o desempenho da sua atividade em termos ambientais, sociais e económicos e assim contribuir para a sustentabilidade do Alto Minho enquanto destino turístico. As 11 empresas agora reconhecidas trabalharam em conjunto na implementação da metodologia de adesão à II Fase da CETS, sendo que alguns dos compromissos assumidos têm um caráter transversal, o que potenciara o impacto que as mesmas terão no Território CETS do Alto Minho enquanto destino turístico.

bottom of page